Arquivos para categoria: cor

Aos poucos vou voltando a desenhar por prazer.

 

Vetorizar é um exercício de paciência. Mesmo gostando demais de fazê-lo, preciso encontrar algo que inspire e pensar na melhor forma de desenhar.

Ultimamente entrei numa de uns desenhos meio impressionistas com vetor, mesclando preto, suas gradações com uma cor forte. Estou gostando. Este desenho aí em cima, vai receber um tom de amarelo, em homenagem à música do Coldplay. ^^

Fazia muito tempo que eu não desenhava nadinha. Pelo menos nada que não fosse uma tela ou os assets para ela. Desenhei o Marvin, da Warner, no Illustrator e me surpreendi pelo tempo que levei para faze-lo, olhando para outro desenho. Até dois anos atrás, isso levaria no máximo uns 10 minutos… hoje levou quase 20

:P

Você está lá, no meio do seu layout quando o desenvolvedor ao seu lado pergunta: “Que cor é essa?”. Não. Ele não está falando do matiz (vermelho, verde, azul amarelo, laranja…) Ele quer saber qual é o código hexadecimal daquela cor que você colocou ali, no desenho. E, bem, você não tem a mínima ideia, afinal, usou o a Eyedropper tool e capturou aquela cor qualquer de uma outra imagem que você nem lembra mais qual era…

Você tem escolhas: abrir a imagem do carinha (supondo que você ainda a tenha e saiba onde está) e usar o eyedropper novamente. Pode chutar um hexadecimal qualquer (É #9CFF00, agora para de encher o saco!) que é muito indelicado e corre o grande risco de sair a cor errada. Ou não precisar abrir o Photoshop. Basta usar ColorPic (você ou o próprio desenvolvedor).

A grande vantagem do ColorPic é que você não fica restrito à captura de cores do workspace do Photoshop ou Illustrator. Você pode capturar qualquer cor que esteja aparecendo no seu monitor em HSB, RGB ou Hexadecimal com um simples mouse over. Por exemplo: usando a imagem acima, pelos meios tradicionais, para capturar um “Roxo da mesma cor do ícone do Eclipse” eu teria que printar a tela, colar num novo documento do Photoshop, abrir o seletor de cores, clicar nele com o eyedropper. Assim eu saberia a cor. Já usando o ColorPic basta abrir a aplicação (bem levinha, por sinal) e posicionar o mouse no ícone. O ColorPic permite uma boa precisão com lente de aumento na parte inferior e te dá a cor em tempo real #57539B. Beleza, né? A versão básica é free. Só baixar.

nuvem

Quer fazer uma nuvem de palavras de seu blog ou de outro blog ou qualquer endereço na Web? http://www.wordle.net é o que você precisa. Insira uma url e ele cria sua nuvem. Você escolhe a fonte, o layout, um esquema de cores… muito divertido mesmo. Eu escolhi uma nuvem horizontal com esquema de cores em rgb, pra não perder o hábito…

hexadecimal

Vamos admitir uma coisa muito importante porque admitir é o primeiro passo para a perfeição:

Trabalhar com cores Hexadecimais é bem complicado.

O sistema hexadecimal é bem difícil no quesito “saber as cores pelos nomes”. É até fácil para as cores básicas como o vermelho, o azul e o verde do RGB, mas cores como rosa, azul e lilás é uma história bem diferente.

Pois bem, tenha sempre em mãos uma tabela de cores hexadecimais que mostrem as cores, os “nomes” e os contrastes sobre preto e branco.

Onde você encontra esse negócio? – é a pergunta que não quer calar. Você encontra aqui, facinho, facinho.

Fuçando na net encontrei um material sobre cores. Não é bem apropriado para produção gráfica, é mais para compreender misturas, um pouco de psicologia das cores e teoria da arte mesmo (que aliás, é importante para todas as áreas de comunicação, humanas e antropológicas). Quem quiser dar uma conferida é só clicar aqui.

Quem nunca ficou na dúvida na hora de combinar cores para um trabalho atire a primeira pedra!

É justamente para diminuir os efeitos de ansiedade, indecisão e histeria que alguns sites prometem (e cumprem!) ajudar você neste momento tão difícil, quer seja para web, quer seja para impressão, no mínimo estes sites são grandes fontes de inspiração.

Site 1 – Colour Lovers (www.colourlovers.com)

 

Nele é possível criar paletas, criar amostras de cores, carregar padrões e fazer downloads de paletas, cores e padrões criados por outros “lovers” já prontinhos para Photoshop, Illustrator, HTML,  bastando fazer um cadastro simples e ter o plugin do Flash instalado (testei a partir da versão 8 e funciona perfeitamente). Você encontra as combinações de cores que deseja usando uma busca por tags extremamente eficiente. Tudo de graça e muito, muito divertido. Só um alerta: Cuidado para não virar um louco que passa o dia criando paletas.

 Site 2 – Kuler (http://kuler.adobe.com)

Quem ainda não conhece o Kuler da Adobe não sabe o que está perdendo. O site é um exemplo perfeito de aplicação da tecnologia AIR e simplesmente divino para ajudar na escolha de cores seja lá para onde for. Com o registro da Adobe (o mesmo do Photoshop express citado aqui) e a versão atualizada do plugin do flash, você também pode criar paletas e amostras de cores, armazenar na sua conta da web, classificar e fazer download para praticamente todos os apliativos da Creative Suite.

Pode até ser que sua inspiração para cores não volte mesmo acessando estas duas ferramentas incríveis. Mas se isso não acontecer, pense seriamente em mudar de profissão.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.