maeda_fireball

Quem me conhece sabe que sempre fui fã de layouts simples. Coisas simples. Pouco texto, imagens significativas. espaço em branco para descansar a vista, poucos botões, só as cores indispensáveis… para ter uma idéia, depois que passei a usar mais o notebook acho que a quantidade de teclas de um teclado normal é desnecessária.

O fato é que, depois de iniciar a leitura de As leis da simplicidade: vida, negócios, tecnologia, design, do John Maeda, fiquei ainda mais convencida de que o simples é algo fundamental no mundo em que vivemos.

O cara é Designer do MIT (é, aquele instituto de tecnologia do Massachussets, sim) e prova por A+B que coisas simples é aquilo que todo mundo procura. Faz um contraponto excelente sobre simplicidade x complexididade e não é um maníaco que acha que tudo deva ser só páginas em branco com uma caixa de pesquisa (calma aê, sou apaixonada pelo Google e acho que o design dele é muito bom, não gosto é quando querem transformar coisas que não podem ser como o Google em algo tão simples quanto).

Um dos questionamentos que ele faz é porque o IPod é caro e mesmo assim é o mp3 player mais vendido e desejado do mundo quando existem outros que fazem muito mais? A resposta é óbvia: o IPod é simples. O Maeda nos convence de que as empresas procuram simplicidade e que usabilidade está plenamente casada com a simplicidade. É um livro obrigatório para quem quer desenvolver bons layouts, quer ter uma arquitetura de navegação perfeita, quer ter usuários satisfeitos entre tantas outras coisas.

Apesar de voltado para o Design serve para todas as áreas da vida. É simplesmente excelente.

Anúncios