Arquivos para posts com tag: imagens

 

Gostaria de agradecer a todos os que responderam a pesquisa sobre o uso de ícones. A imagem acima busca resumir as informações colhidas e tenho certeza de que vão ajudar bastante quem trabalha com UX, arquitetura de informação, design gráfico, de interfaces na hora de avaliar o uso de imagens e na decisão de usá-las.

Como disse em uma das listas em que distribuí a pesquisa, nenhuma resposta dada foi considerada errada, visto que elas dependem das experiências do usuário e do contexto, conforme bem lembrado pela Pat Duarte.

Alguns dados interessantes que não estão na imagem:

Para o ícone com o símbolo “#” recebi uma resposta “Cores do documento”. Fui tentar entender o motivo e cheguei à conclusão que era influência da numeração dos hexadecimais, onde as cores são apresentadas com este símbolo com prefixo (ex.: Preto = #000000);

Fiquei surpresa com a quantidade de divergências para as imagens de “texto justificado” e “Nova página”. A primeira porque é um ícone muito conhecido e a porcentagem de divergência foi maior do que eu esperava.  A segunda, pelo motivo contrário: por não ser um ícone “padrão” a divergência foi muito pequena.

A mim, a pesquisa vai ajudar para o treinamento, conforme divulguei e no planejamento da interface de novas telas e sistemas. E a você, vai ajudar?

Ontem a noite decidi, enfim, testar o Photoshop pela Internet. Lá no Photoshop Express. O recurso é, no mínimo, interessante. Você pode fazer ajustes de matiz/saturação, contraste, nitidez básica, desfoque básico, remoção de olhos vermelhos e até distorções.

Digamos que você precise de um pequeno ajuste, tenha acesso a Internet, mas não tenha acesso ao Photoshop no momento, é uma boa pedida. Tudo o que você precisa fazer é cadastrar uma conta, para quem faz download de aplicativos Beta, a conta cadastrada já serve, é preciso permitir também que a Adobe use suas fotos (sim, as fotos continuam sendo suas, mas a Adobe poderá usá-las na divulgação do express ou outros meios, faz parte dos termos de uso), fazer upload da foto que você vai usar e pronto.

É fácil de usar, a interface é interativa e vale um destaque especial para o efeito Pop color, que substitui uma cor da imagem, muito legal (e poderia ser implementado facinho assim no próximo Photoshop). Sim, também é preciso saber um pouco de inglês, porém, nada de outro mundo.

Para os mais animados, é só pra lembrar: Não se compara, nem de longe, ao Photoshop em sua versão completa, não trabalha textos, nem camadas, por exemplo. A descrição mais correta para ele seria um álbum melhorado, onde você pode fazer algumas edições, ainda assim é viciante.

Legal mesmo é experimentar. Pra quem quiser, pode dar uma olhada no Adobe Labs ou clicar no link: www.photoshopexpress.com .

%d blogueiros gostam disto: