Arquivos para posts com tag: reflexão

Hoje é dia do designer. Parabéns a todos.

Idéias todo mundo tem. As idéias passam a ser úteis quando a gente aplica no dia-a-dia, quando nós descobrimos que alguém se beneficia dela. Estude, informe-se, leia. Idéias são alimentadas por outras idéias.

Anúncios

Está chegando o fim do ano. O fim do período. O último semestre da faculdade vem aí e eu começo a pensar numa possível pós.

Isso me remete ao tempo em que concluí meu ensino médio (e faz tempo, viu? Em dezembro fazem 10 anos…).

Parece um post vindo do nada, mas não é. Penso nisso há algum tempo. Estudo Marketing e Propaganda. Gosto do curso, me identifico. Mas o que gosto mesmo de fazer é diagramação. Gosto de palavras, de papel, de páginas, de posicioná-las, planejá-las. De fazer caber…

Na hora em que penso na pós, penso em como vou (re)encontrar o meu caminho agora… Se era difícil encontrar uma faculdade que me permitisse trabalhar as 40 horas e fazer o que gostava (aqui, em Pernambuco, o mais próximo do que eu gosto chama-se design gráfico e é preciso dedicação exclusiva pra fazer uma faculdade disso aqui…) a pós na área é praticamente impossível!

O texto que li num dos meus blogs preferidos, o http://grosserias.blog.br/, me fez voltar a pensar neste assunto hoje.

Cheguei à conclusão que é bem difícil conciliar os estudos àquilo que você realmente gosta e quer fazer da vida. Depois que terminar a faculdade, provavelmente vou fazer a pós e vai ser em outra coisa que não tem nada a ver com minhas queridas páginas impressas. Mas apesar disso, não me deixarei acomodar. Tou pouco ligando pra droga da faculdade (e pra porcaria da pós também). Continuarei me rebelando contra elas e continuarei com minhas páginas.

Isso tudo, em linguagem simples e clara poderia ser expresso em algumas míseras sentenças: Você pode até não estudar exatamente o que gosta. Mas pode escolher fazer o que gosta com ou sem uma porcaria de um curso superior. O curso serve pra garantir que você não vai morrer de fome. Fazer o que gosta vai garantir que você não vai morrer de tristeza.

Morri de pena. Hoje tive que reprovar uma de minhas alunas de Projetos de Design Gráfico. Tive vontade de chorar – e ela não ficou só na vontade, chorou mesmo. Isto aconteceu por causa de um trabalho que foi confiado a esta turma: duas equipes iriam criar revistas de oito páginas sobre Design. A postagem do trabalho ficou por conta de um dos membros da equipe dela, que não postou o trabalho e por isso, não pude dar nota e não pude aprová-la. Seria injusta com os que me entregaram.

Enfim, essa historinha me fez pensar. A minha aluna disse que tinha confiado na palavra da amiga, ela disse que estava tudo certo, que iria postar o trabalho que toda a equipe tinha feito, que estava tudo pronto.

Quando se trata de produção gráfica, não dá pra confiar nos outros. Não dá pra confiar que o birô vai saber o que fazer, que o impressor conhece você e o seu método de trabalho, que a máquina não vai quebrar, que o computador não vai “dar pau”, que a telefônica vai manter o Speedy funcionando, que o prazo é suficiente…

Acompanhar o andamento do seu trabalho é fundamental. Há aqueles que simplesmente esquecem que fizeram um trabalho depois que este passa para a mão de outros. Pensam: “Ah, já fiz a minha parte, agora é com você”. Muitos esquecem que se algo der errado, é o seu nome que vai estar lá, aquele trabalho vai para seu portifólio e depois de impresso, não dá mais pra “desimprimir”.

Acompanhe seu trabalho, vá até o birô, vá até a gráfica, tire provas de prelo, acompanhe o acabamento, conheça os profissionais que estão cuidando do seu trabalho. Conhecer é poder parar uma calamidade à tempo, é evitar uma tragédia com o seu material e o seu nome.

É dizer mais ou menos que não adianta rezar e esperar que tudo dê certo enquanto você espera com a mão no queixo.

Se minha aluna tivesse acompanhado a postagem do trabalho, se tivesse ligado para saber como estava o andamento das coisas, a história seria diferente e este post não estaria aqui, pelo menos por enquanto.

%d blogueiros gostam disto: